Não sou EU, é a mídia nacional e especialistas responsáveis que também apontam esse caminho….

Continua após a publicidade..

Minha Opinião:

Não sou EU que quero o ZEE e venho pedindo há mais de uma década. É o povo que precisa de emprego e renda em nosso Estado, o da canoa, refém de travas, que o ZEE vai abrir algumas portas.

Continua após a publicidade..

É a mídia nacional (Valor Econômico) e especialistas comprometidos com os efeitos positivos do ZEE na economia e na área ambiental que sabem o verdadeiro caminho para o desenvolvimento.

A área ambiental do Amazonas nunca teve o menor interesse em fazer o ZEE. A atitude mais recente da área ambiental foi empurrar para a SEDECTI uma política que é ambiental no ano de 2021. O empurrar para a SEDECTI, depois de 2 anos, foi mais uma atitude de postergação. A Comissão de Meio Ambiente e de Produção da ALEAM poderiam perguntar o motivo de ignorarmos uma pauta tão importante desde 2003.

Repito, não sou EU somente, é a mídia nacional dizendo que “…é preciso concluir o zoneamento ecológico-econômico da região…”, ou será que o AmaZONAS não fica na região, não fica na AmaZÔNIA.

Continua após a publicidade..

A última cobrança do governador Wilson Lima foi no Plano Safra deste ano, mas fui eu, em 2018, na campanha, que disse ao governador, e ele acatou, para incluir o ZEE como prioridade. Eu já sabia o que a mídia nacional disse esta semana.

Abaixo do artigo, divulgo o ZEE do ACRE com mais de 150 páginas.

Aproveito para lembrar ao amigo Serafim Correa, que está assumindo a SEDECTI, que o ZEE de Roraima também já foi feito, com ajuda de dois doutores da UFAM, Sérgio Gonçalves e Alexandre Rivas, até hoje não foram chamados pela SEMA. Qual o motivo?

Continua após a publicidade..

Pelo que sei, nosso ZEE parou por falta de recursos, soube que vão bater de porta em porta dos parlamentares para pedir emenda. O que lá atrás tinha um custo de R$ 12 milhões, hoje já está em mais de R$ 40 milhões.

Mas o banco alemão, “preocupado” com nossa sustentabilidade está destinando R$ 78 milhões para a FAS fazer projetos de bioeconomia no Amazonas e Pará. Pega R$ 40 para o ZEE, deixa R$ 38 com a FAS, mas cobrem metas humanas de inclusão em programas de renda digna.

É desperdiçar novamente recurso fazer projetos sem ter o ZEE definido do Amazonas, é atirar novamente no escuro e aumentar a pobreza.

Continua após a publicidade..

Pelo amor de DEUS entendam, com o ZEE, o Estado, como um todo, vai trabalhar melhor e orientado, em especial o SISTEMA SEPROR e suas cadeias produtivas prioritárias.

Lembro, divulgo, abaixo, o ZEE do ACRE.

THOMAZ RURAL

One thought on “Não sou EU, é a mídia nacional e especialistas responsáveis que também apontam esse caminho….

  • agosto 17, 2023 em 4:12 pm
    Permalink

    Se temos emendas parlamentares para equipes de futebol profissional, é muito mais esperado que se tenha valores disponíveis para o ZEE (que não é nome de clube!).

    Resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *



%d blogueiros gostam disto: