Eu venho avisando! Mais de 600 visualizações…

Continua após a publicidade..

Acesse, abaixo, o link do instagram com meu comentário a partir de dados da própria matéria que circulou no EM TEMPO e na ÀCRÍTICA.

É preciso trocar os atores ambientais que já estão no Amazonas, há bastante tempo, “queimando” a imagem de todo governador que passa pela “Compensa” (dois ex governadores, hoje senadores, sequer apareceram na CPI das ONGs para defender as ONGs aqui instaladas). E o pior, não colocaram nenhum centavo da floresta mantida em pé no bolso de quem habita nosso Estado, em especial o guardião da floresta. Já passou do momento da área ambiental do Estado ter no comando um amazonense da UFAM, UEA ou os doutores que já estão dentro dos próprios sistemas SEMA e SEPROR. Chega de só usar, desde 2003, só o FUTURO como solução para melhorar a vida no interior.

Continua após a publicidade..

Qual o motivo da sugestão da mudança? A resposta é simples!

Em 2019, 50% na pobreza. Eu estava na transição e tive acesso a esse número. Hoje, 2024, 65,6% abaixo da linha de pobreza num estado cuja floresta vale trilhões por ano. Tem que mudar, ou não? Eu já teria mudado faz tempo.

Talvez os assessores diretos do governador Wilson Lima não tenho percebido, mas já tem políticos, contando com “fogo amigo”, querendo colocar no colo do Wilson os 50% de pobreza que ele recebeu o Amazonas em 2019. Eu venho avisando! É muito GOL CONTRA!

Continua após a publicidade..

Vamos ser justos!

50% da pobreza no Amazonas é culpa dos EX-GOVERNADORES e dos EX-PRESIDENTES. No colo do WILSON tem 15.6% porque vem usando os mesmos atores e métodos do passado na área ambiental. Mas tem três anos para fazer diferente. Gosto do Wilson, ele sabe disso, sou franco, aberto, defendo seus feitos e a presença dele no AGRO do Amazonas com resgates históricos aqui relatados e no JC. Vivo o setor desde 1982, não sou dono da verdade, mas é visível que repetir os métodos do passado em nada mudarão a realidade no interior.

É só procurar saber porque os ex-governadores, hoje senadores, não foram na CPI das ONGs (que aconteceu no próprio senado) defender o que foi feito pelas ONGs ambientalistas no Amazonas. Só o Plinio Valério estava lá!

Continua após a publicidade..

Eu venho avisando!

THOMAZ RURAL

Acesse, curta e compartilhe….já teve MAIS DE 600 visualizações só no INSTAGRAM

Continua após a publicidade..

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *



%d blogueiros gostam disto: