“A Fapeam financia mais de 12 mil projetos de pesquisa”, Márcia Perales

Continua após a publicidade..

Opinião:

Ontem, li matéria sobre a Semana da Ciência e Tecnologia com a manifestação da presidente da FAPEAM, Márcia Perales Mendes Silva. Em seguida, acessei o site da FAPEAM e pude observar as inúmeras e importantes ações que vem sendo realizadas. A área de comunicação do governo estadual, a SECOM, não está sabendo informar o que vem sendo feito, isso não é bom. Tem muita coisa boa na prateleira que não chega na ponta, ao interessado. Tenho sempre dito que o voto, o retorno político vem com as boas ações realizadas, mas se essas ações não são corretamente divulgadas, perde o governo, perde a sociedade. Vou dar um exemplo: muitos amigos pensam que meu blog tem patrocínio do estado. Tenho o blog há 12 anos, e nenhum dia foi patrocinado por qualquer governo, seja municipal, estadual e federal. Contudo, não tenho nenhuma duvida, pelo números que acompanho, que é o melhor canal de divulgação do setor primário e das atividades correlatas. A SECOM não deve saber disso, mas deveria. Um ano atrás, até tentei o patrocínio do estado por, de fato, divulgar ações do governo, nem resposta obtive até hoje, mas sigo divulgando por entender que é meu dever informar quem me acompanha e ajudar o Amazonas a crescer. Estou tocando nesse assunto, porque realmente fiquei surpreso com o que vem sendo feito pela FAPEAM e, no meu entendimento, com divulgação tímida. Aliás, a FAPEAM também deveria receber recursos do FUNDO AMAZÔNIA, e não a FAS receber 78 milhões com o aval do Estado. A SECOM precisa conhecer um pouco mais o “mercado” das notícias para ser mais assertiva na comunicação do governo.

Continua após a publicidade..

Um recado ao líder do governo na ALEAM, tem muito recurso novo chegando, não desperdicem, ajudem a canalizar para quem realmente FAZ.

Talvez a Márcia não lembre, mas estive na FAPEAM nos três primeiros meses em que fiquei assessorando o Petrucio na SEPROR.

A seguir, trechos do pronunciamento da Márcia Perales durante a Semana de Ciência e Tecnologia.

Continua após a publicidade..

THOMAZ RURAL

Durante o encontro, a diretora-presidente da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas (Fapeam), Márcia Perales Mendes Silva, apresentou que de 2019 a 2023, já foram investidos quase R$ 600 milhões para apoiar a formação de recursos humanos altamente qualificados, em auxílio à pesquisa e no desenvolvimento de projetos científicos na capital e interior, e em ações afirmativas, de acordo com o Plano Plurianual 2020-2023 do Amazonas.  “A Fapeam financia mais de 12 mil projetos de pesquisa, e conta com um crescente orçamento do tesouro estadual para a área de CT&I. Isso permite ao cientista amazonense pesquisar e ter o seu projeto financiado, especialmente em áreas estratégicas para o Amazonas, e mais do que isso, ser valorizado e ser reconhecido no seu próprio estado”, disse a diretora-presidente da Fapeam. Márcia Perales destacou, ainda, que hoje a Fapeam está presente nos 62 municípios do Amazonas e no período de 2019 a 2023 lançou mais de 110 editais, desses 35 inéditos. Para interiorização da ciência, por meio das três edições do Programa de Apoio à Interiorização em Pesquisa e Inovação Tecnológica no Amazonas (Painter, Painter + e Painter Infra CT&I), foram destinados mais de R$ 10 milhões para fomentar projetos de pesquisas. A Fundação é a quinta agência de fomento no mundo que mais investe em pesquisas sobre a Amazônia.  

https://www.fapeam.am.gov.br/

Continua após a publicidade..

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *



%d blogueiros gostam disto: