ADS deveria se estimular vendo esse vídeo do GF em parceria com CNA, CNI e SEBRAE

Opinião:

No meu ponto de vista, respeito quem pensa diferente, a ADS (Agência de Desenvolvimento Sustentável do Amazonas) não fez, ou pouco fez, de diferente do que vinha acontecendo até 2018. Nenhuma sugestão que apresentei na campanha e na transição, apesar do governador acatar e determinar, foi atendida pelos gestores que passaram e estão na AGÊNCIA. Do AGRO amazonense, é onde o atual governo precisa fazer diferente, é onde concentra as maiores críticas do setor primário. A comercialização deixa de lado os mais necessitados das compras públicas, o foco quase que exclusivo em feiras continua (sei que é necessário), esquecem a busca do mercado nacional e internacional para nossos produtos. O Balcão não está legal, a subvenção travada por levantamentos, e o PREME 2024 lançado com os mesmos defeitos dos outros governos. Pelos números, acho até que pirou.

Como já disse, respeito quem pensa diferente, mas quem viveu 2018, sabe o melhor caminho para atender tudo e todos, dei sugestões, e não ver em prática, dói muito. Insisto porque ainda temos 3 anos para cumprir 2018.

As audiências públicas da FRENCOOP, coordenada pelo deputado Adjuto Afonso, em dois momentos, até agora não surtiram efeitos para grupos formais (associações e cooperativas). A saída do diretor técnico em nada resolveu, eu sabia. Se ficasse, penso até que deveríamos ter avanços. A OCB-AM, que também acompanhou tudo em 2018, continua sua luta para uma melhor e mais justa compra pública no Estado.

THOMAZ RURAL

Participe do nosso grupo no Whatsapp e seja o primeiro a receber as notícias do blog ThomazRural!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Participe do nosso grupo no Whatsapp e seja o primeiro a receber as notícias do blog ThomazRural!


%d blogueiros gostam disto: