Dia Nacional da Abelha: Governo do Amazonas investe na atividade produtiva do mel para alavancar a produção no estado

Continua após a publicidade..

Dia Nacional da Abelha: Governo do Amazonas investe na atividade produtiva do mel para alavancar a produção no estado

Mais de R$ 750 mil foram investidos na Feira do Mel, caixas de abelhas, além de assistência técnica e a legalização de agroindústrias de mel

Continua após a publicidade..

O Dia Nacional da Abelha é comemorado nesta terça-feira (03/10). Com um alto valor nutricional para fortalecer o sistema imunológico e prevenir problemas no sistema respiratório, a produção de mel vem ganhando destaque nos municípios que possuem potencial produtivo. Com isso, o Governo do Amazonas investiu, em quatro anos, mais de R$ 750 mil em recursos para o desenvolvimento da atividade.

Os trabalhos foram coordenados pela Secretaria de Estado de Produção Rural (Sepror), e suas vinculadas; Agência de Defesa Agropecuária e Florestal (Adaf); Agência de Desenvolvimento Sustentável (ADS); e o Instituto de Desenvolvimento Agropecuário e Florestal Sustentável (Idam).

De acordo com o titular da Sepror, Daniel Borges, é determinação do governador Wilson Lima, diversificar a matriz econômica do estado e interiorizar o desenvolvimento econômico, por meio de ações voltadas em impulsionar o setor primário.

Continua após a publicidade..

“A produção de mel das abelhas nativas da nossa região tem um valor econômico expressivo para os produtores que atuam na atividade, desde o meliponicultor e as agroindústrias. Ações de investimentos como na Feira do Mel, assistência técnica, extensão rural e aquisição de materiais que facilitam a produção com mais qualidade, são algumas das ações realizadas pelo Governo do Amazonas”, ressalta Daniel.

Feira do Mel

Com um potencial produtivo na atividade da meliponicultura, a Sepror destinou mais de R$750 mil em recursos financeiros, para a realização da 2ª, 3ª e 4ª Feira do Mel do município de Boa Vista do Ramos (a 271 quilômetros de Manaus).

Continua após a publicidade..

As edições contaram com a comercialização de produtos oriundos da agricultura familiar local, e também de ações como o acesso ao crédito rural, capacitações, exposição de animais e maquinários agrícolas, gastronomia regional, cavalgada, entre outros.

Selo de Inspeção Estadual

A Adaf regularizou quatro (04) estabelecimentos com o Selo de Inspeção Estadual (SIE), sendo três empresas em Manaus e uma em Boa Vista do Ramos, que estão aptas a beneficiar produtos de abelhas, como o mel e a cera.

Continua após a publicidade..

Situada em Manaus, a agroindústria Feira do Mel – Flor do Amazonas que está no mercado há mais de 30 anos na comercialização do mel, é uma das empresas que adquiriram o SIE para comercializar os produtos no estado; e o Selo Arte, para comercializar em outros estados do Brasil.

“Nosso trabalho é de excelência e buscamos nos tornar referência no Amazonas e no Brasil. Nossa meta é conquistar o mercado europeu. E o Governo mostrou que tudo isso é possível”, relata o proprietário da empresa Feira do Mel – Flor do Amazonas, Francisco Gilmar Leite.

A entrega do Selo Arte ocorreu durante a 44ª Exposição Agropecuária do Amazonas, com o apoio do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae/Amazonas), com o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), Federação da Agricultura e Pecuária (Faea).

Caixas para criação de abelhas

Por meio da ADS, foram entregues mais de uma (01) mil caixas de madeira para criação de abelhas melíponas, uma espécie sem ferrão, adquiridas por meio do edital de doação onerosa.

O programa, inédito, vem beneficiando os produtores rurais, associações da capital e do interior, com a finalidade de facilitar o manejo correto da espécie e a coleta do produto, para impulsionar a produção de mel no Amazonas.

Produção

De acordo com o Idam, no Amazonas predomina-se a criação de abelhas sem ferrão nativas. Uma atividade denominada como meliponicultura. Somente em 2022, foram produzidos 25.682 kg de mel, por 707 criadores, com os principais municípios sendo Boa Vista do Ramos (10.720 kg), Codajás (2.253 kg) e Maués (1.620 kg).

Fotos: Emerson Martins/Sepror

Contatos para a imprensa: Assessoria de Comunicação da Secretaria de Estado de Produção Rural (Sepror) Deyserreen Costa

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *



%d blogueiros gostam disto: