Algumas sugestões para a COMISSÃO que surge com muita força, diálogo técnico e a presença de produtores de FRUTAS.

Continua após a publicidade..

Opinião:

O site da FAEA divulgou recente encontro da Comissão de Fruticultura do Sistema CNA/SENAR. As imagens mostram a presença de produtores de frutas, assim como a ciência, através da EMBRAPA, debatendo diversos temas ligados à atividade.

Continua após a publicidade..

Vi a presença de produtores rurais que já ocuparam cargos públicos importantes no AGRO no Amazonas. Isso mostra que eles acreditam em nosso setor primário como forma de interiorizar o desenvolvimento, realização pessoal e com claras possibilidade de avançarmos na soberania alimentar, emprego e renda e na redução da insegurança alimentar.

A apresentação da EMBRAPA mostrou um pouco da nossa potencialidade, e que já ocupamos lugar de destaque nacional em alguns itens da FRUTICULTURA. A Comissão deverá se reunir trimestralmente ou a qualquer momento que tiver necessidade. Diante dos meus quarenta anos atuando no AGRO, com 20 anos de Jornal do Commercio com a coluna AGRONEGÓCIO, 10 anos de BLOG THOMAZ RURAL, tomo a liberdade de sugeri algumas pautas para esse fórum que nasceu muito forte e com total apoio da CNA/FAEA.

  1. É preciso retomar as reuniões do GCEA (Grupo de Controle Estatístico Agropecuário) do Amazonas para discutir nossos números de produção. Tem que reunir IBGE, CONAB, IDAM, SEDECTI e outros atores para debater nossos números. Na apresentação da EMBRAPA sempre aparece uma dúvida quantos aos números, o motivo que caiu, o motivo que subiu. Isso é importante demais para novos planejamentos;
  2. Ainda com relação à avaliação dos números agropecuários, se não estou enganado, foi criada no âmbito da SEPROR uma comissão para analisar esses dados. Também poderia ser um canal de avaliação, não só dos números da fruticultura, mas de todas as cadeias produtivas;
  3. O vereador Eduardo Alfaia lamentou que o município de Manaus ainda não entrou com força na ATER. Nesse caso, sugiro ao Eduardo um contato com a equipe do SENAR para entender como funciona a ATEG (que tem o G de Gerencial). Esse o caminho mais rápido, simples e de baixo custo para apoiar grupos de produtores de fruticultura e outras atividades agropecuárias. Sem inventar a roda e com apoio da CNA;
  4. Os produtores de frutas do Amazonas querem exportar seus produtos para outros estados e países. Sem dúvida, temos posição privilegiada e potencial para esse caminho. Contudo, os produtores de frutas do Amazonas tem que impedir que polpas de frutas de outros estados sejam importadas, embaladas no estado e entregues nas compras públicas. Além de enfraquecer nossa produção é ilegal esse fornecimento, fere a legislação das compras públicas. Não podem fazer vistas grossas para isso;
  5. Se a importação de frutas de outros estados é para o comércio privado não tem problema, mas para compra pública NÃO PODE;
  6. No âmbito da CNA tem uma plataforma espetacular chamada “MERCADO CNA” que atende e liga produtores, transportadores e consumidores.

De parabéns o Sistema CNA/FAEA por abrir a porta da casa para debater assunto relevante, com público de produtores fortes, conhecidos, desde o pequeno, médio e grande, e a ciência ao lado.

Continua após a publicidade..

THOMAZ RURAL

https://sistemafaeasenar.org.br/noticias-faea/faea-instala-comissao-de-fruticultura-e-realiza-doacao-de-equipamentos-para-auxilio-no-combate-a-moniliase

Continua após a publicidade..

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *



%d blogueiros gostam disto: