Só a verdade muda essa dura e triste realidade de décadas no Amazonas

Continua após a publicidade..

Opinião:

A afirmativa abaixo está nas páginas do Jornal ÀCRÍTICA desta quinta-feira, dia 28/09/2023. Fico impressionado com o tratamento dado pelos poderes constituídos, todos eles, em especial os que ocuparam e voltaram a ocupar o Palácio do Planalto. Como afirma o presidente da FIEAM, Antônio Silva, o problema é antigo, seca e cheias são recorrentes (hoje seca), nenhuma solução prévia e definitiva para o Estado mais preservado do mundo, mas com 60% sem saber o que vai comer hoje. É muito discurso político, pouco prática.

Continua após a publicidade..

O documento elaborado pela FIEAM endereçado ao Distrito Naval é muito bem fundamentado, mostra as consequências econômicas negativas ao Amazonas com o descaso de décadas.

Estamos isolados, rios secos, BR-319 nas condições que sabemos.

Em 2018, 48% de pobres. Em 2023, 58% de pobres no Amazonas, e o banco alemão jorrando R$ 78 milhões para a FAS não fazer nada, ou melhor, o mesmo que não FEZ com os quase 500 milhões que recebeu desde sua criação.

Continua após a publicidade..

E tem mais, estamos inalando fumaça de um possível aquecimento global que não foi gerado pelo Amazonas. Tem doutores que estão tentando plantar essa narrativa. Nossos ribeirinhos famintos diante de uma seca que não foi gerada por nós, mas por nações que desmataram e com economias que continuam poluindo. Nossos peixes morrendo em razão de um aquecimento que não foi criado por nós, afinal, temos 97% de floresta preservado. O guardião pagando a conta com 100 reais do bolsa miséria.

Ainda tem mais, pergunto quem do Amazonas recebeu UM CENTAVO de CRÉDITO DE CARBONO, REDD+ e CONCESSÃO FLORESTAL em 20 anos? Com tanto verde, nossos doutores em clima e ambiente foram e continuam sendo incompetentes para gerar riquezas com a floresta em pé, afinal, nenhum centavo da floresta em pé veio para o nosso bolso, talvez apenas para poucos, muito poucos.

Até o ZEE os doutores em clima e ambiente que mandam na área ambiental do Amazonas (público e privado) desde 2003 não fizeram.

Continua após a publicidade..

FAS, ISA, IMAZON, IPE, IDESAM, IMAFLORA receberam BILHÕES do Fundo Amazônia de países que poluíram e aqueceram o planeta. Por lá pode tudo, por lá tudo está bem, e por aqui, morre peixe, cheiramos fumaça, pobreza aumenta e poucos parlamentares levantam a voz.

Espero que o senador Plínio Valério vá até o fim, VÃO TENTAR CALAR, é preciso divulgar a prestação de contas das ONGs acima para acabar com o faZ de conta.

Por fim, diante de todo esse cenário, sofre o setor de serviços, comércio e indústria, fico imaginando o nosso produtor rural, o nosso AGRO familiar e empresarial que precisa de insumos importados para produzir ALIMENTOS.

Continua após a publicidade..

Só a UNIÃO de quem verdadeiramente quer um Amazonas para TODOS vira esse descaso de décadas com o nosso ESTADO.

THOMAZ RURAL

One thought on “Só a verdade muda essa dura e triste realidade de décadas no Amazonas

  • setembro 28, 2023 em 6:03 pm
    Permalink

    Esse estado está há décadas só se preocupando com zona Franco, nunca se importaram que esse modelo não privilegia o povo do interior do Amazonas. Seca e cheia sempre existiu somo o povo das águas, a maioria dos governos estaduais nunca se preocuparam com o desenvolvimento econômico do interior e agora querem fazer do povo do Amazonas os pedintes da seca, quando nem projeto para amenizar o sofrimento dos municípios que estão sofrendo com a seca. Bando de prefeitos irresponsáveis e empresários que só pensam no seu umbigo.

    Resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *



%d blogueiros gostam disto: