Peixe Ornamental tem que ir para a PGPMBio, assim como o tambaqui de manejo. Está dada a dica! É renda no bolso do pescador…

Continua após a publicidade..

Opinião:

Já venho falando nessa necessidade faz muito tempo. A cadeia do peixe ornamental do Amazonas precisa entrar na PGPMBio. Quem vive dessa pesca, que é extrativa, não é bem remunerado, não recebe nem o custo de produção pela captura. E a PGPMBio, que é uma política federal que existe desde 2009, criada no governo do PT, tem esse objetivo.

Continua após a publicidade..

Já faz tempo que sinalizo essa direção. Graças a minha insistência inserimos o pirarucu de manejo.

Mas tem o peixe ornamental e, também, o tambaqui de manejo com a mesma necessidade de ter preço mínimo.

Por esse motivo, diante dessas necessidades, é que bato na melhor aplicação dos recursos internacionais. Devem ser direcionados para a geração de renda de atividades que já existem, sem inventar a roda, fazendo o feijão com arroz.

Continua após a publicidade..

Mas “inventar a roda” viabiliza dinheiro para consultorias e afins.

Conab e ADS devem sentar sobre o assunto, chamar a SEPA e os pescadores e entidades envolvidas com o peixe ornamental. Solicitar da Conab o levantamento do custo de produção para o tambaqui de manejo e o peixe ornamental. Esse o primeiro passo. Certamente o Conab dirá que tem limitações de recursos para esse trabalho de campo, mas temos que insistir.

Por esse motivo que bato que recursos internacionais tem que ir para esse fim, geração de renda para ontem, e não para futuro.

Continua após a publicidade..

THOMAZ RURAL

Abaixo, matéria da SEPROR sobre o peixe ornamental

http://www.sepror.am.gov.br/governodoamazonas-realiza-prospeccao-de-peixes-ornamentais-em-novo-aripuana/

Continua após a publicidade..

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *



%d blogueiros gostam disto: