Queijo coalho bovino de Autazes e doce de leite de Parintins na EXPOQUEIJO

Continua após a publicidade..

Queijo coalho bovino de Autazes faz sucesso na ExpoQueijo Brasil 2023, em Araxá Apoiada pelo Sebrae, queijaria Tradição D’Lourdes apresentou a iguaria para apreciadores de todo o Brasil O queijo coalho bovino do Amazonas é uma das atrações da terceira edição da ExpoQueijo Brasil 2023, que ocorre na cidade de Araxá-MG, entre os dias 24 e 27 de agosto. O evento reúne no Grande Hotel Termas de Araxá produtores rurais da agricultura familiar e da cadeia produtiva do leite, além de fabricantes de queijo artesanal, como os representantes da Queijaria Tradição D’Lourdes, de Autazes. Com destaque para os queijos com tucumã e castanha, a queijaria amazonense mantém uma tradição de décadas, que conta com o apoio do Sebrae Amazonas para participar da segunda atividade nacional. E o produto que tem origem na Comunidade Novo Céu, em Autazes, foi quase esgotado pelos apreciadores logo no primeiro dia de evento, segundo a empresária e produtora Arleane Costa. “Estamos com uma pequena quantidade só para expor, porque nossos queijos praticamente esgotaram. Pessoas de todos os estados e até outros países se interessaram. Estou muito feliz”, relatou. Arleane conta que os queijos D’Lourdes são produtos de gerações. A princípio, eles eram fruto do trabalho de pecuaristas, de forma simples e totalmente artesanal. “Os equipamentos eram de madeira, mas isso nunca foi problema para produzir um dos melhores queijo tipo coalho do Amazonas”, lembrou. Dona Lourdes, avó de Arleane e que dá o nome à queijaria, foi da segunda geração familiar e tornou a iguaria a mas requisitada na década de 1970 em toda região de Autazes. Hoje, os netos da produtora seguem a tradição, desta vez com equipamentos e práticas dentro das exigências sanitárias. E a nova geração não demorou em colocar os queijos de dona Lourdes na rota das premiações pelo Amazonas: o coalho já é bicampeão nas três edições do concurso Expoagro. Indicação geográfica Em agosto de 2022, produtores amazonenses de queijo que atuam em Autazes e região, entre eles a Arleane, participaram de um intercâmbio na região da Serra da Canastra, em Minas Gerais, onde assistiram a palestras e conheceram os processos de produção dos queijos mais premiados do Brasil. A comitiva viajou a convite do Sebrae Amazonas, que atua na consolidação da iguaria local como Indicação Geográfica (IG). Após a assinatura do laudo de delimitação da área onde o queijo característico de Autazes e região é produzido, os produtores adequam os negócios e aguardam o trâmite para a comprovação junto ao Instituto Nacional da Propriedade Industrial (INPI) de que o produto atende as exigências e está apto ao selo de Indicação Geográfica. Para consolidar este processo, atuam, além do Sebrae, a Secretaria de Estado da Produção Rural (Sepror), Agência de Defesa Agropecuária e Florestal do Amazonas (Adaf), Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), entre outras entidades e agentes. ExpoQueijo A ExpoQueijo é um evento que busca se consolidar como uma vitrine da produção brasileira do setor e funciona como uma plataforma que contribui para o crescimento do mercado de queijos no Brasil e impacta áreas como o turismo, varejo, agropecuária, logística, indústria alimentícia e de suprimentos e relações internacionais.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *



%d blogueiros gostam disto: