ÀCRÍTICA aponta o caminho da CPI nas próximas semanas…

Continua após a publicidade..

Opinião:

Como afirma o senador amazonense, não é pra demonizar nenhuma ONG, mas é preciso saber o que foi feito com o recurso recebido no passado e colocar regras claras e humanas nos novos recursos que estão chegando.

Continua após a publicidade..

Qual a razão?

A resposta é simples! No Amazonas, tudo que foi feito no passado só fez aumentar a pobreza. Em 2018, estava em 49% da população, hoje já estamos batendo na porta dos 60%. Com esses números dizer que a turma da canoa foi beneficiada é brincar com nosso povo.

Precisamos saber quanto já receberam, quanto gastaram e com o que e quem? Auditorias contratadas pela própria ONG é, no mínimo, muito estranho.

Continua após a publicidade..

Ainda não perdi as esperanças de uma aplicação em prol das pessoas que aqui vivem, de todos, não de poucos.

Urgente o ZEE, urgente unir os dois sistemas (SEMA e SEPROR), ouvir a EMBRAPA e tirar dos discursos a agilidade no licenciamento ambiental e a regularização fundiária. Agora, unir os Sistemas e colocar no comando quem trava só vai piorar. Coloca o atual e novo gestor da SEPROR no comando da SDE e deixa o titular da SEMA na executiva. Não tem custo essa união, apenas vai OBRIGAR a ter diálogo, e sobrar menos problema e reclamações ao governador. Lembro que eu sai duas ou tres vezes da sede da SEPROR (nos três primeiros meses do governo) até a SEMA para fazer rodar o ZEE e até agora nada.

THOMAZ RURAL

Continua após a publicidade..

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *



%d blogueiros gostam disto: