Encontro Nacional tem dois jovens do AGRO do Amazonas

Continua após a publicidade..

Minha Opinião:

Essa participação desses dois jovens nessa etapa nacional é de grande importância para mostrar ao Brasil a verdadeira realidade do nosso Estado, o mais preservado do mundo. Apresentar as nossas potencialidades, mas também nossas necessidades. Falar que a Embrapa já tem tecnologias que conciliam, perfeitamente, produção e meio ambiente. Nosso Estado é grande, muitos não diferenciam AmaZONAS de AmaZÔNIA, e principalmente precisam saber que apesar de todo esse olhar mundial temos uma população que, no AmaZONAS, já chega na casa dos 60% na pobreza.

Continua após a publicidade..

Como disse o governador Wilson Lima recentemente, “sustentabilidade não combina com pobreza”, mas, infelizmente, nas duas últimas décadas, a pobreza vem vencendo a sustentabilidade. Isso é inaceitável!

Gabriel e Rafael vocês já são vencedores, e talvez nem imaginem a importância das palavras de vocês ao Brasil que não nos conhece, que até nós não conhecemos bem em razão da dimensão continental e diversas realidades.

Parabéns e Obrigado! Sei que vocês mandaram bem no recado.

Continua após a publicidade..

Valeu CNA JOVEM pela oportunidade!

Vamos continuar acompanhando e torcendo…

THOMAZ RURAL

Continua após a publicidade..

O Sistema CNA/Senar realizou entre os dias 11 e 13 de agosto, o 1º Encontro Nacional da 5ª edição do programa CNA Jovem que reuniu, no final de semana em Brasília, jovens de 23 Estados para uma maratona de atividades como visitas, palestras e dinâmicas em grupo. Os jovens, Gabriel Gomes de Castro, do município de Borba e Rafael Luckwu de Sousa, de Manaus foram os representantes do Amazonas durante o encontro. Após um acirrado processo seletivo, eles foram aprovados para a trilha nacional do programa.

As atividades começaram na sexta (11), com uma oficina sobre o processo legislativo e uma visita guiada ao Congresso Nacional e palestras como a do alpinista Cristiano Muller, 16º brasileiro a escalar o monte Everest. Ele abordou seu desafio na preparação para escalar um dos pontos mais altos do mundo.

No sábado (12) pela manhã, os jovens assistiram as palestras “Tendências para o futuro do agronegócio”, com o especialista Gui Rangel; “Integração das novas lideranças do setor”, com o diretor técnico da CNA, Bruno Lucchi, que anunciou o lançamento da Comissão Nacional de Novas Lideranças do Agro e participaram de um bate-papo sobre “Novas estratégias de comunicação” com a chefe da Assessoria de Comunicação do Sistema CNA/Senar, Cecília Kobayashi.

Continua após a publicidade..

À tarde, o grupo participou de uma oficina de inovação com a equipe do especialista Paulo Henrique Leme, do Centro de Estudos Avançados em Mercado e Tecnologias no Agronegócio da Universidade Federal de Lavras (Agritech|Ufla).

A ideia foi trabalhar o desenvolvimento de soluções usando ferramentas específicas que atendessem demandas dos produtores rurais em diversas áreas. No final do dia, os jovens puderam aperfeiçoar as técnicas de liderança por meio do trabalho em equipe.

No domingo (13), o foco das atividades foi avaliar os resultados das oficinas e dinâmicas do dia anterior, analisar e construir um consenso relacionado a temas de interesse do setor com a mediação dos especialistas em polêmicas e conflitos Sérgio Harari e Philipe Lantos, mentores do programa.

Para os jovens, participar do programa proporciona aprendizados, troca de experiências e autoconhecimento. O jovem Rafael Luckwu de Sousa, 30, de Manaus, no Amazonas, disse que o evento foi uma grande oportunidade de encontrar, conhecer e interagir com os jovens dos outros estados.

“O evento foi muito intenso de atividades e muito dinâmico. É muito bom poder interagir com as pessoas do programa e ao mesmo tempo ser desafiado a realizar novas atividades. Todos nós sentimos pena pelo evento ter acabado, porém muita satisfação de ter acontecido. Ficou aquele gostinho de quero mais em todos nós participantes, e o nosso foco agora é darmos o nosso melhor nas próximas etapas, para os beneficiários e assim quem sabe, se Deus assim desejar, nos encontrarmos novamente no segundo e no terceiro encontro nacional”, relatou.

Já o outro representante do Amazonas, Gabriel Gomes de Castro, 26, do município de Borba, contou que a oportunidade de participar do 1° Encontro Nacional do CNA Jovem (5ª edição) em Brasília, contribuiu imensamente para o aprendizado, e para o aumento do relacionamento com todos os jovens do País.

“Pude perceber o quanto podemos contribuir para a melhoraria de vida das pessoas que trabalham na agricultura, e de mobilizá-las à mudar a forma de pensar e agir, buscando desenvolver um meio de vida sustentável”, avaliou, o jovem.

Na avaliação da diretora de Educação Profissional e Promoção Social do Senar, Janete Lacerda, o encontro presencial permite interagir com outros jovens e com a equipe de profissionais.

“Destaco o engajamento e a alegria por estarem juntos de forma presencial, trabalhando e aplicando o conhecimento que receberam. É uma satisfação muito grande para toda nossa equipe ver esses jovens colocando seus propósitos em prática.”

O CNA Jovem é um programa da CNA que tem o objetivo de formar e desenvolver lideranças no agro brasileiro. Tem duração aproximada de 12 meses e é dividido em 3 fases: nacional remota, estadual presencial e nacional presencial.

A 5ª edição do CNA Jovem iniciou em novembro de 2022 com etapas estaduais e atividades online. Esse foi o primeiro de um total de três encontros nacionais que os jovens irão participar até a etapa final, prevista para o final desse ano.

Para mais informações sobre o programa, acesse: www.cnajovem.org.br .

Texto: *Com informações da Assessoria de Comunicação CNA

Fotos: Divulgação/Ascom CNA

[email protected]

https://www.facebook.com/Faea.Senar/

@sistemafaeasenar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *



%d blogueiros gostam disto: