Esse exemplo que vem de BOCA DO ACRE realmente é preciso ser visto nos 62 municípios do AMAZONAS. Foi destaque nacional!

Continua após a publicidade..

Opinião do BLOG >

É assim que gostaria de ver, cada vez mais, a atuação do nossos parlamentares (em todos os níveis). Destacando o sucesso de produtores rurais nos quatro cantos do Amazonas, destacando o trabalho de instituições sérias e comprometidas com a sustentabilidade e com a diversidade da produção no gigante Amazonas.

Continua após a publicidade..

Além do registro feito pelo deputado Adjuto Afonso desse sucesso em Boca do Acre (cultivo de alface com apoio do SENAR ao produtor Antonio), divulgo mais dois vídeos que certamente servirão de estímulos para quem está precisando de renda nos 62 municípios do Amazonas com total respeito ao Código Florestal.

Esse é o verdadeiro Amazonas que o programa do Luciano Hulk mostrou o vídeo no último domingo, não é o Amazonas do fogo, das queimadas, do desmatamento, da próxima pandemia que mostram ao mundo com o intuito de captar recursos internacionais. Só o novo Fundo Floresta tá recebendo mais R$ 78 milhões para a FAS operar. Um absurdo!

Se a área ambiental já tivesse feito o ZEE já estaríamos em outro patamar. Um dia a “compensa” vai acordar da enrolação de 20 anos e bater forte na mesa exigindo a imediata conclusão do ZEE (política ambiental) e uso de tecnologia para agilizar o licenciamento ambiental (já prometido pela SEMA, mas não anda).

Continua após a publicidade..

Se é política ambiental, que tanto “preocupa” os “apoiadores” do Fundo Amazônia, qual a razão de não investir no ZEE? Só não enxerga quem realmente não quer ver MESMO.

Se emocione com as palavras do produtor Antonio, da técnica de campo da ATeG, da família e consumidores.

Para aqueles que acham que defendo a MONOCULTURA no Amazonas, assistam esse vídeo.

Continua após a publicidade..

Defendo as 22 cadeias prioritárias do IDAM (botei 22 porque foi justamente incluído o cacau quando o Valdenor passou pelo IDAM).

Só não defendo a fome, pobreza e a miséria que, infelizmente, por ignorarem o potencial sustentável do AGRO familiar e empresarial do Amazonas já estamos batendo na porta dos 60% sem ter o que comer no almoço de hoje.

E tem mais, essa violência que foi divulgada ontem em rede nacional, onde nosso estado aparece, assim como a capital, e fruto dos “métodos” utilizados no passado que deixaram o estado sem emprego e renda e, logicamente, infelizmente, os pais são presas fáceis para a ilegalidade. Quem quer ver seu filho doente, com fome, e, em certos casos, sendo expulsos de terras que estão há décadas produzindo.

Continua após a publicidade..

Isso tem que mudar!

O governador Wilson Lima, com conquistas inéditas ao AGRO local, certamente já está ciente e vai fazer as mudanças necessárias substituindo quem trava o Amazonas e está exportando empreendedores para Roraima e outros estados.

O Amazonas tem jeito, e o AGRO é o caminho, o AGRO é parceiro do modelo PIM/ZFM. Convergem, e não divergem.

Meu whatsapp está à disposição das assessorias da ALEAM que pautam ações positivas ao nosso AGRO, do pequeno ao grande produtor rural.

THOMAZ RURAL

Participe do nosso grupo no Whatsapp e seja o primeiro a receber as notícias do blog ThomazRural!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Participe do nosso grupo no Whatsapp e seja o primeiro a receber as notícias do blog ThomazRural!


%d blogueiros gostam disto: