Faça o que digo, mas não o que faço. Esse o recado da ministra alemã de relações exteriores no jornal VALOR de hoje.

Faça o que eu digo, mas não o que eu faço….posicionamento da ministra alemã de Relações Exteriores no Jornal VALOR ECONÔMICO de hoje. Lá ela, corretamente, quer REDUZIR DEPENDÊNCIA, diz que NÃO PAGARÁ A CONTA DE EMPRESAS ALEMÃS que forem vítimas do CRESCENTE RISCO GEOPOLÍTICO e quer REDUZIR RISCOS.

Por aqui, com o recurso do banco alemão, com aval local, o direcionamento é totalmente contrário. É travar tudo e implementar projetos de miséria, isolar, morrermos de fome, isolados e correndo TODOS OS RISCOS que a Alemanha não quer correr.

Repito, a ministra alemã não está errada, atitude correta, só que seu país não quer isso no Amazonas. É um discurso lá, prática diferente aqui. Esse recurso tem que ser rastreado…porque não foi para o IDAM que debateu o assunto? Até mesmo para a SEMA? SEPROR? SEDECTI? EMBRAPA? Qual razão foi para a FAS?

Poderia ter ido para a SEINFRA para asfaltar a BR-319, ramais e vicinais. O guardião tá isolado! Como teremos bioeconomia (que já existe desde o descobrimento do Brasil) sem ZEE e sem logística.

Até quando?

THOMAZ RURAL

https://g1.globo.com/jornal-nacional/noticia/2023/07/10/jornal-nacional-viaja-de-onibus-por-3-dias-na-br-319-rodovia-conhecida-pela-pessima-qualidade-e-atolamentos.ghtml?utm_source=whatsapp&utm_medium=share-bar-mobile&utm_campaign=materias

Participe do nosso grupo no Whatsapp e seja o primeiro a receber as notícias do blog ThomazRural!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Participe do nosso grupo no Whatsapp e seja o primeiro a receber as notícias do blog ThomazRural!


%d blogueiros gostam disto: