Não entendi essa repentina mudança na direção técnica da ADS. Inoportuna!

Opinião do BLOG >

Ainda não vi no Diário Oficial, mas cheguei de Parintins e fiquei sabendo que o Leandro não é mais o Diretor Técnico da ADS. Não sei as razões, mas o momento foi totalmente inoportuno. O Leandro participou representando a ADS nas duas últimas Audiências Públicas realizadas na Assembleia Legislativa do Amazonas representando a presidente da ADS, com total liberdade de manifestação. Audiência articulada pela FRENCOOP, OCB-AM e deputado Adjuto Afonso.

Assumiu compromissos com relação há vários assuntos que estão registrados nas atas dessas duas audiências, gerando expectativas, gerou esperanças de ajustes, aí vem a notícia de sua substituição.

Não sei se digo que “entendi” ou que “não entendi”.

Certo mesmo é que a comercialização com os pequenos no AGRO tem um novo revés, um novo retrocesso, a FRENCOOP vai ter que fazer nova Audiência Pública? Quando esse problema terá solução? Já vem de outros governos, é bom que se diga isso.

Pelo que tenho ouvido, lido e recebido mensagens quem acaba se desgastando, sem nenhuma necessidade, é o govenador Wilson Lima, que vive repleto de demandas, e sua assessoria no item comercialização vem cometendo erros primários e prejudicando, penso eu, sua imagem. Não desejo isso para o governo com mais resgates no AGRO familiar e empresarial do Amazonas nas duas décadas, e que ajudei e ajudo desde 2018, embora desagrade em alguns pontos. Meu dever é alertar, jamais impor, nem tenho caneta para isso.

O Sistema OCB-AM, em especial as cooperativas do AGRO, que tem em seu presidente José Merched Chaar um dos primeiros apoiadores da campanha de 2018 do atual governador, não devem estar satisfeitas e nem entendendo essa repentina mudança de quem representou a ADS nas duas últimas audiências públicas. Deve ter algo acontecendo, mas quem vem sendo prejudicado são os produtores rurais e a imagem do governador Wilson. Em Parintins, ouvi também queixas sobre a ADS no programa PROMOVEIS. É fácil ajustar tudo, basta querer e seguir o programa de governo de 2018, assim como as propostas apresentadas por FAEA, OCB e FETAGRI no documento entregue durante o pleito a todos os candidatos. Não acho justo, mas respeito quem pensa ao contrário, respingar no governador atos corrigíveis de seus assessores que não estavam na campanha e não conheceram os 20 compromissos assumidos. (20, foi o número do primeiro mandato).

É preciso um olhar especial! Urgente! Tem tempo!

Não passa na minha cabeça voltar a exercer cargo público de nenhuma esfera, foram muitos anos, mas se tem um desafio que pensaria em aceitar (caso tivesse convite) era assumir a ADS, mas com TOTAL liberdade, sem ingerência, apenas colocando em prática os compromissos de 2018 que eu sugeri e o amigo governador Wilson acatou (pessoa que continua simples e com enorme vontade de fazer o bem a todos, mas sei que o caminho não é fácil). ADS tinha que deixar as compras públicas para os pequenos, e ter uma diretoria/equipe exclusiva para buscar mercado local, nacional e internacional para os demais produtos regionais. Até dá para fazer um PREME priorizando a agroindústria local que compra matéria prima no Amazonas, não no nordeste ou em outro estado (carne, polpa). Distribuir e divulgar as quotas do PREME em auditório aberto com a presença dos produtores e grupos formais, depois lançar dados no site em tempo real (não somente depois no Portal). Idem com o pagamento das subvenções, PROMOVEIS e o Banco do AGRO. Se continuar com as feiras, que para mim passaria para os municípios, divulgar no site o nome dos feirantes/produtores. Acabar com o PAF, seguindo a legislação federal. E que a SEDUC pare de executar a Lei 11.947/09, que está de mal a pior a execução, passando a nova ADS fazer.

Repito, não precisa mudar pessoas, apenas colocar em prática os compromissos de campanha de 2018 que será bom para todos, produtor, gestor, aleam e imagem do governador que mais resgate já fez e com presença constante no AGRO e no interior.

Continua sendo a minha opinião.

THOMAZ RURAL

THOMAZ RURAL

Participe do nosso grupo no Whatsapp e seja o primeiro a receber as notícias do blog ThomazRural!

One thought on “Não entendi essa repentina mudança na direção técnica da ADS. Inoportuna!

  • julho 10, 2023 em 9:48 pm
    Permalink

    Boa colocação meu amigo é só fazer o feijão com arroz e pronto

    Resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Participe do nosso grupo no Whatsapp e seja o primeiro a receber as notícias do blog ThomazRural!


%d blogueiros gostam disto: