Embrapa e Sepror discutem melhorias para  a cadeia produtiva do abacaxi no Amazonas, mas SECT, SEDECTI e SEMA deveriam estar presente por razões óbvias…

Opinião do BLOG >

Evita paralelismo, avançaríamos mais rapidamente.

É essa proximidade que sempre aconteceu entre SEPROR e EMBRAPA que sempre sugeri que acontecesse entre SEMA e EMBRAPA, mas, infelizmente, a SEMA só esteve na EMBRAPA em outubro do ano passado, depois de quase 4 anos do governo Wilson Lima.

A palavra “sustentável” está em tudo que a EMBRAPA faz.

A SEMA tem que estar presente nesses eventos, a SECT também, porque sempre vão ouvir dos produtores a queixa da lentidão na licença ambiental e na regularização fundiária (nesse último, levar também o representante da área federal).

Tudo tá ligado…

THOMAZ RURAL

Abaixo, release da EMBRAPA

Embrapa e Sepror discutem melhorias para  a cadeia produtiva do abacaxi no Amazonas

O abacaxi é uma das frutas mais cultivadas no Amazonas, onde encontra solo e clima adequados para o seu plantio. Mas alguns entraves, como práticas culturais inadequadas, deficiência na colheita e na comercialização, dentre outros fatores têm contribuído para a baixa produtividade da abacaxicultura estadual. Para identificar demandas e propor soluções, a fim de estimular essa cadeia produtiva, serão realizadas discussões voltadas para o abacaxi, dentro do 1°Workshop das Cadeias Produtivas no Amazonas, nos dias 22 e 23 de junho, em Itacoatiara, AM.

O evento acontece na Comunidade de Novo Remanso e na Vila do Engenho, situadas no Município de Itacoatiara, AM.  A Vila do Engenho é grande produtor do fruto de abacaxi e junto com Novo Remanso tem uma das maiores safras do Amazonas. 

Os participantes irão discutir as melhorias e demandas para o setor, além de receber informações sobre inovações tecnológicas sobre a cultura. Estarão presentes os representantes da Embrapa e da Secretaria de Estado da Produção Rural (Sepror), produtores rurais, empresários e demais participantes.

No primeiro dia, o pesquisador Marcos Vinícius Bastos Garcia, da Embrapa Amazônia Ocidental, apresentará a palestra “Tecnologias da Embrapa para a Cadeia Produtiva do Abacaxi”, com enfoque nos tratos culturais que podem contribuir para a melhoria a cadeia produtiva. O representante da Associação dos Produtores de Abacaxi da Região de Novo Remanso (Encarem), abordará a respeito do selo de Indicação Geográfica (IG) ao Abacaxi daquela localidade e a professora Aline Ellen Duarte de Sousa, da Universidade Federal do Amazonas (Ufam), falará sobre pós-colheita de abacaxi. Profissionais do Instituto Acariquara conduzirão a metodologia para troca de experiências e levantamento de demandas para Promoção de Cadeia de Valor.

No segundo dia do evento, 23/6, será realizada visita técnica a sede da agroindústria da Cooperativa dos Produtores Rurais da Comunidade Sagrado Coração de Jesus do Paraná da Eva (Ascope Frutas) e ao Sítio Esperança, localizados na Vila do Engenho, Itacoatiara. Nessas visitas, produtores rurais, empresários e técnicos do governo terão a oportunidade de trocar experiências e definirem ações para fortalecimento do setor, como melhoria na assistência técnica, apoio a produtores para formalização na venda do produto, entre outras ações para fortalecer a cadeia produtiva.  

Este será o quarto evento de uma série que contempla 11 cadeias produtivas escolhidas como prioritárias no estado do Amazonas e que estão sendo abordadas no  1°Workshop Cadeias Produtivas no Amazonas,  que é uma realização em parceria da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), Secretaria de Estado de Produção Rural (Sepror) e Associação Brasileira de Bares e Restaurantes do Amazonas (Abrasel-AM). 

Com esse trabalho, a partir das demandas identificadas junto a diferentes segmentos da cadeia produtiva, a proposta é usar essas informações como subsídio para as instituições envolvidas trabalharem em planejamento estratégico, a fim de orientar ações na pesquisa agropecuária, na assistência técnica, no mercado e no desenvolvimento territorial.

Além desta edição sobre a cultura do abacaxi, já foram realizados encontros voltados para cadeias da banana, cupuaçu e castanha, como parte do 1°Workshop Cadeias Produtivas no Amazonas. As próximas edições do evento irão abordar a piscicultura e pecuária sustentável, no mês de julho. Os demais eventos serão sobre açaí, citros, guaraná, mandioca e olerícolas.–

Maria José Tupinambá Lira  – Jornalista

Núcleo de Comunicação Organizacional (NCO)

Embrapa Amazônia Ocidental – Manaus, AM

Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa)

[email protected]

Telefone: (92) 3303-7898 

www.embrapa.br/amazonia-ocidental

Confira também www.facebook.com/embrapa

Participe do nosso grupo no Whatsapp e seja o primeiro a receber as notícias do blog ThomazRural!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Participe do nosso grupo no Whatsapp e seja o primeiro a receber as notícias do blog ThomazRural!


%d blogueiros gostam disto: