Deixando pesquisadores e técnicos do IDAM e EMBRAPA em Manaus, infelizmente a POBREZA vai continuar aumentando no Amazonas. Aposto com quem quiser, zero dúvida!

Continua após a publicidade..

Em 2018, antes do governador Wilson Lima decidir se candidatar ao governo, o presidente da Embrapa, Maurício Lopes, já estava no Wilson Center, em Washington, palestrando sobre o tema “O Setor Agrícola Na Era da Bioeconomia“. Eis aí a BIOECONOMIA já em foco em 2018, 5 anos atrás, tá no google.

Hoje, vejo o governador Wilson Lima no mesmo local em que esteve o presidente da EMBRAPA no ano de 2018, acompanhado de assessor que, no meu ponto de vista, entende de preservação da floresta, mas não entende e nem tem compromisso com renda digna ao guardião da floresta. A ONG onde trabalhava, e que deve voltar, e que mantém muita proximidade embora não queira passar muito isso externamente, e não vejo problema algum, já teve nas mãos bons milhões de dólares desde sua criação, mas assistiu, passivamente, um bolsa floresta de 50 reais por longos 15 anos. Até hoje não vi um projeto que tenha dado renda digna ao guardião da floresta. Falei, renda digna, se tiver, divulgo neste espaço. Se isso tivesse acontecido, se esses milhões tivessem sido bem aplicados, e se os governos passados tivessem focado na geração de renda do guardião da floresta, tenho certeza que o governador Wilson Lima não teria recebido o estado com metade da população na pobreza. Abaixo, apresento uma lista de técnicos do IDAM que conhecem, verdadeiramente, de geração de renda. Um desses deveria acompanha-lo nessas viagens, pois sabemos que esse intercâmbio é fundamental.

Continua após a publicidade..

Além de técnicos do IDAM, levar pesquisadores da EMBRAPA, esse órgão federal que fica logo ali na estrada MAO/ITACOATIARA, e que já esteve em Washington em 2018. Esses conhecem de tecnologia sustentável capazes de gerar renda digna no interior do estado. Aliás, não vi ninguém da área ambiental do estado na homenagem aos 50 anos da Embrapa, órgão reconhecido internacionalmente.

Cadê o REDD+ no bolso do guardião da floresta? Cadê o crédito de carbono no bolso do guardião da floresta? Cadê a concessão florestal no bolso do guardião da floresta? Cadê o ZEE que o governador determinou na campanha de 2018, e até hoje a SEMA só enrolou? Sem ZEE nada disso que vem sendo feito vai pra frente, sem RF, sem LA, nada disso vai andar. É isso que alguns ambientalistas aqui radicados querem, é isso que a Alemanha, Estados Unidos, Reino Unido, Noruega e afins querem, travar o Amazonas.

A assessoria que está lhe acompanhando já fez sua parte, tem 97% do estado preservado, mas TRAVADO por ele mesmo que não se empenhou, nem se empenha para fazer o ZEE, nem agilizar o licenciamento ambiental, que, inclusive me parece que recebeu R$ 30 milhões um ou dois anos atrás.

Continua após a publicidade..

Com essa assessoria que não entende de geração de renda digna, já passamos de 49% para 58% de famintos no Amazonas. Avisei em 2019,não ligaram, está aí o resultado. Em breve, ultrapassaremos 60%, lamentavelmente. É só ver o nosso acesso ao crédito rural, um dos piores do Brasil.

Até agora o correto discurso de que a floresta em pé vale mais do que derrubada (eu acredito, pq a Embrapa já tem essa tecnologia) só está valendo para poucos, tem 58% abraçado a essa floresta sem ter o que comer. Por fim, lembrar que a Embrapa já esteve no Wilson Center em 2018, e o atual gestor da SEMA só esteve na EMBRAPA, esta aqui na estrade de Itacoatiara, bem pertinho, apenas em outubro do ano passado. A visita não foi publicada porque estava em campanha eleitoral.

Esse pessoal não valoriza a ciência da EMBRAPA, eles acham que sabem tudo. Tem ONG que acha que sabe mais do que a EMBRAPA. Tem titular de ONG, com sede em Manaus, e que afirma que a próxima pandemia vai começar por aqui, que não conhece nem o Chefe Geral da Embrapa Amazônia Ocidental. Aliás, parece que conheceu no lançamento do Plano Safra deste ano.

Continua após a publicidade..

Esse é o valor e o comportamento que a gestão da SEMA do Amazonas vem tendo desde 2003, com raras exceções nesse intervalo entre os dois originários da melhor ONG do Brasil.

O governador deve ser assessorado por essa equipe técnica do IDAM (quadro abaixo) e de pesquisadores da EMBRAPA. Abaixo, também disponibilizo o último BOLETIM da Embrapa e que seja avaliado pelo governo os temas abordados por esse órgão público de excelência, mas não valorizado pela área ambiental do estado.

Sei que estou enxugando gelo e chovendo no molhado, mas é meu dever alertar e voltar a afirmar que nada do que aconteceu no passado deve ser aplicado no presente, mas, infelizmente, é esse o caminho que estou vendo. Fico triste! Admiro o governador Wilson Lima, ele sabe disso, estávamos juntos em 2018 quando 90% do atual governo estava em outra trincheira, contudo, com essa assessoria a pobreza só vai aumentar! Tenho quase 40 anos de setor rural. Eu vou acompanhar e cobrar…

Continua após a publicidade..

THOMAZ RURAL

https://www.wilsoncenter.org/person/mauricio-lopes

2 thoughts on “Deixando pesquisadores e técnicos do IDAM e EMBRAPA em Manaus, infelizmente a POBREZA vai continuar aumentando no Amazonas. Aposto com quem quiser, zero dúvida!

  • maio 9, 2023 em 10:17 pm
    Permalink

    Concordo com você Thomaz, em gênero, número e grau. Apesar de você citar que está sozinho nessa luta, mostrando os caminhos e fazendo as cobranças necessárias, tenho certeza que sua voz será ouvida pelo governador e por aqueles que realmente se interessam pelo desenvolvimento do nosso Amazonas. O que mais me estranha é que não vejo esse mesmo empenho e preocupação por parte dos nossos parlamentares. E olha que durante a campanha, quase todos afirmavam que conheciam os problemas do Amazonas e que estariam ao lado do povo, para buscar as soluções. Oxalá que tivesse pelo menos uns dois parlamentares levantando a voz para somar nessa luta com você. Mesmo que pareça apenas uma gota no oceano, continue sua missão de alertar, mostrar os caminhos e cobrar a quem deveria se manifestar também. Um fraterno abraço.

    Resposta
    • maio 9, 2023 em 10:36 pm
      Permalink

      Obrigado pelo incentivo amigo, vamos em frente…

      Resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *



%d blogueiros gostam disto: