Que coincidência! Falei ontem nesse assunto, e hoje no Diário do Pará veio a confirmação. A área ambiental do Amazonas continua exportando empreendedores para estados vizinhos.

Opinião do BLOG >

Nada contra o Grupo BBF, ele está buscando o que é melhor em termos de negócio. É o Amazonas que não está fazendo sua parte, é a área ambiental do Amazonas que vem exportando empreendedores para outros estados diante das travas impostas. O Grupo BBF beneficia aqui, mas CULTIVO no PARÁ e também em RORAIMA (cacau).

A SEDECTI tem que abrir diálogo com o Grupo BBF já que se beneficia dos incentivos fiscais da ZFM. A ADS tem ir atrás de mercado para nossos produtos e trazer empresas para o Amazonas. Ficam focados em feiras e em quotas do PREME e no PAF, não saem disso.

Temos que importar os gestores ambientais dos estados vizinhos, aprender com eles. Não adianta ter lideranças ambientais que tem relacionamento internacional para captar recursos (que já acontece desde 2003, na gestão Eduardo Braga), que impressionam os governadores, mas a pobreza só aumenta no Amazonas. Como está sendo aplicado esse recurso captado? Quem está sendo beneficiado? O guardião da floresta? Esse certamente não, pois ficou 14 anos congelado o valor de 50 reais por SERVIÇOS AMBIENTAIS.

Por coincidência, vi que o Frade postou no Grupo do Rio Preto da Eva essa matéria do DIÁRIO DO PARÁ, de HOJE. Ontem, falei sobre esse assunto, ou seja, beneficia aqui, mas planta no Pará e Roraima porque aqui a área ambiental trava tudo, nem ZEE fizeram em 20 anos.

Quando o governador Wilson Lima assumiu o governo em 2019 tínhamos 49% na pobreza, assumiu o estado com metade da população sem ter o que comer. Hoje, 2023, esse número já chegou a 58% e exportando empreendedores para outros estados. Nada de crédito de carbono, de REDD+ e um bolsa floresta de miséria. Temos que mudar de interlocutores na área ambiental. Já deu!

Mas se quiserem perpetuar a pobreza é seguir o mesmo caminho do passado. Repito, não adianta captar recurso internacional se ele sempre foi para o destino errado. O MPF já disse que 80% fica para pagar diretoria.

Sigo fazendo minha parte! Vivi isso durante 35 anos.

THOMAZ RURAL

Participe do nosso grupo no Whatsapp e seja o primeiro a receber as notícias do blog ThomazRural!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Participe do nosso grupo no Whatsapp e seja o primeiro a receber as notícias do blog ThomazRural!


%d blogueiros gostam disto: