Quem pensa que galinha bota OVO sem comer milho, quem trava a produção de alimentos no Amazonas precisa LER esta matéria do Ministério da Agricultura

Continua após a publicidade..

Opinião do BLOG >

Quem pensa que a galinha bota ovo sem comer milho, quem trava a produção de alimentos no Amazonas, PRECISA ler essa matéria publicada pelo governo federal, pelo ministério da agricultura.

Continua após a publicidade..

Em síntese, é o atual governo liberando mais exportações de milho para outros países. Isso não tá errado, o produtor tem ganhar seu dinheiro com o maior valor possível.

O Brasil está sem estoque público de milho, e o atual governo está liberando mais exportação para outros países. Mas não serei irresponsável em fazer como alguns petistas de carteirinha fazem em não raciocinar e sair acusando qualquer atitude de qualquer pessoa que não seja do partido. Não serei irresponsável! Meu partido é o AMAZONAS.

O produtor rural de milho tem que ser bem remunerado e se o mercado chinês é bom pra ele em termos de bolso isso deve ser facilitado pelo governo.

Continua após a publicidade..

Mais pra frente, o atual governo tem como fazer ação com os instrumentos que tem de recompor o atual estoque público para não prejudicar os estados que não produzem, no caso o nosso Amazonas.

Abaixo, matéria para os que travam a produção de alimentos no Amazonas, em especial milho e soja, e os que pensam que os OVOS que comem saem do vento, sem que as aves tenham comido principalmente milho e soja.

Não travem a produção de alimentos no AMAZONAS, isso é grave! Em tempos de crise, quem tem salário se vira, mas quem não tem morre de fome.

Continua após a publicidade..

THOMAZ RURAL

🌽 As exportações de #milho do Brasil seguem em alta em 2023 e ganham grande impulso com as vendas do cereal à China. Agora a lista para exportar o produto ao país asiático passa a contar com 446 empresas brasileiras.🚢 Segundo os dados do MDIC, em janeiro deste ano as #exportações de milho brasileiras subiram 167% em relação ao mesmo mês do ano passado, com o país asiático absorvendo 15% da oferta brasileira.🌏 Até o ano passado, os maiores compradores de milho do Brasil foram Irã, Japão, Espanha e Egito.gov.br/agricultura

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *



%d blogueiros gostam disto: