Isso é grave! Atenção deputados estaduais do Amazonas!

Continua após a publicidade..

Logo abaixo ao meu artigo divulgo trecho de relatório do MPF-AM com as irregularidades encontradas. É isso que queremos de novo? Observem as CINCO irregularidades encontradas com o FUNDO AMAZÔNIA. Vamos repetir? Claro que não, pois temos quase 60% de amazonenses pedindo, clamando por nossa ajuda.

A casa do povo, a ALEAM, que sabe o que o interior precisa, o guardião da floresta precisa, deve intervir para que os “novos projetos” sejam direcionados a esses 60% que necessitam, e mais ninguém. Esses “novos projetos” devem ser aprovados em comissões da ALEAM, de Meio Ambiente, Produção, Econômica e afins. Chega de Encontro de Lideranças, Seminários, Simpósios e Grupos de Trabalho. Dinheiro do FUNDO tem que ser direto na veia de quem está passando fome. A SEAS já sabe quem são.

Continua após a publicidade..

O Estado já sabe quem são, tem até o CPF deles, não precisa de intermediários que levaram a esse caos.

Os primeiros passos com esse recurso são o nosso ZEE, e aumentar em quantidade e valor do BOLSO FLORESTA. Sem intermediários.

Junto com isso ações para emissão do CAF que acessa as políticas públicas e estruturar o IPAAM e o Sistema SEPROR com tecnologia, pessoal, e melhor remuneração desses colaboradores que trabalham na ponta o dia a dia. Esses SIM merecem aumento na remuneração.

Continua após a publicidade..

THOMAZ RURAL

Participe do nosso grupo no Whatsapp e seja o primeiro a receber as notícias do blog ThomazRural!

One thought on “Isso é grave! Atenção deputados estaduais do Amazonas!

  • fevereiro 21, 2023 em 11:08 pm
    Permalink

    Concordo que seja investigado esses recursos, pois sou de Novo Aripuanã, e aqui existe as TDS do Juma e a do Madeira, e dês de quando foi feito os primeiros investimentos já ouve falhas, onde ribeirinhos receberam produtos estragados sem condições de consumo, equipamentos como rabetas, roçadeira, motor bomba, geradores de energia e outros comprados em Manaus a preços do mercado local no município, então isso não está certo essas ONGs só estão cada vez mais ricas e os ribeirinhos se querem ver um dinheiro tem que vender suas madeiras para madeireiro que pagam uma mixaria no metro cúbico, os planos de manejos, só o madeireiro pode fazer o ribeirinho nunca consegue. Vamos apoiar essa ideia de fiscalizar esses recursos, que as promessas são de bilhões e bilhões.

    Resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Participe do nosso grupo no Whatsapp e seja o primeiro a receber as notícias do blog ThomazRural!


%d blogueiros gostam disto: