Em 4 anos, 750 toneladas foram coletadas nesse programa estadual sob o comando do Estado/SEPROR

Com o objetivo de alcançar as pessoas em vulnerabilidade social e nutricional, o Programa Estadual de Combate e Prevenção ao Desperdício e a Perda de Alimentos (PCODEPA), do Governo do Amazonas, executado pela Secretaria de Estado de Produção Rural (Sepror), entregou, na quarta-feira (15/02), mais de 470 quilos de alimentos, para Instituição de Inclusão Social e Cidadania, localizada no bairro Nossa Senhora de Fátima.

Os alimentos entre, frutas, verduras e legumes, foram coletados na Feira da Banana e Manaus Moderna, no Centro da capital, que seriam descartados no lixo, mas que ainda mantêm todos os seus valores nutricionais, sendo apropriados para o consumo e evitando também o desperdício.

“Antigamente nós perdíamos muitos alimentos e, hoje, não se perde mais nada. Isso é muito bom, doar para as pessoas que mais precisam”, afirma o feirante da Manaus Moderna Arquielson Martins. Ele é um dos 37 feirantes que doam seus produtos, que não são mais comercializáveis, para o Programa.

Após a coleta, os alimentos passaram por triagem e depois foram entregues à Instituição de Inclusão Social e Cidadania que, atualmente, tem mais de 500 famílias cadastradas.

Segundo a fundadora da entidade, a assistente social Arlete Dutra, além das doações de alimentos realizadas pelo PCODEPA, a instituição também recebe doações do Programa Alimenta Brasil (PAB), que também é executado pela Sepror.

“Com essas doações, nós buscamos atender àquelas famílias que vivem dentro da vulnerabilidade social e nutricional, são pessoas que se alimentam uma vez ao dia. Com esses produtos chegando em nossas mãos, vamos conseguir ajudar ainda mais essas pessoas carentes”, ressalta Arlete.

Parceria

O secretário da Sepror, Petrucio Magalhães Júnior, juntamente com a Secretaria Municipal de Agricultura, Abastecimento, Centro e Comércio Informal (Semacc), acompanhou a coleta dos alimentos, e aproveitou a oportunidade para dialogar com os feirantes e conhecer as necessidades e os avanços realizados pelo Governo e Prefeitura, na Feira da Manaus Moderna, local que recebe toda a produção regional que abastece Manaus.

“Nós temos nutricionistas e uma equipe técnica que recebe os alimentos dos feirantes, que já faz uma primeira triagem daquele produto que está maduro, mas não está estragado e, sim, apto ao consumo humano. A equipe técnica também faz uma segunda triagem e depois é levado ao caminhão, onde são destinados às instituições filantrópicas, produtos que vão alimentar aquelas pessoas que mais precisam”, ressalta o titular da Sepror, Petrucio Magalhães Júnior.

Balanço

Desde sua criação em 2019 até 2022, o programa coletou mais de 750,9 toneladas de alimentos e atendeu 1.400 instituições de Manaus, que beneficiaram mais de 500 mil famílias em vulnerabilidade social e nutricional.

FOTOS: Emerson Martins/Sepror

Informações para a Imprensa: Assessoria de Comunicação da Secretaria Estadual de Produção Rural (Sepror) Mayana Tomaz

Participe do nosso grupo no Whatsapp e seja o primeiro a receber as notícias do blog ThomazRural!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Participe do nosso grupo no Whatsapp e seja o primeiro a receber as notícias do blog ThomazRural!


%d blogueiros gostam disto: